Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dorminhoco

Só assuntos sérios. Só quando estou acordado.

Dorminhoco

Só assuntos sérios. Só quando estou acordado.

Abril 07, 2018

Sobre a questão de levantar cedo

 

Sei de pessoas que ainda hoje acordam cedo e não entendo por que o fazem. Provavelmente, não são dorminhocos como eu. Eu gosto muito de dormir e faço parte dos que acreditam que são necessárias razões fortes para se sair da cama. Pessoalmente, só aceito mesmo uma: o almoço.

 

O almoço é uma actividade nobre. Na minha opinião, deveria estabelecer o parâmetro de razoabilidade para se encarar a luz do dia. Acordar só porque é de manhã e “já são horas” carece de vida. É um acordar branquela. Pelo contrário, acordar para almoçar é como entrar no Lux às 4 da manhã. A luz é doce, pincelada de violeta; a comida, como a música, uma nuvem fofa, que acama a nossa chegada.

 

Além disso, acordar para almoçar permite a fuga à pior das refeições: o pequeno-almoço. Nunca algo de mau proveio de uns jaquinzinhos com arroz de tomate, mas sei de vários divórcios concretizados entre torrada e chá preto. Por isso, mesmo quando vou para a cama cedo, faço sempre questão de dormir pelo menos até ao meio-dia e meia. Há refeições cujos perigos não valem o nosso querido sono.

 

Como se não bastasse, acordar para almoçar é ainda um processo instintivo. O cheiro de uma empada de aves acabada de sair do forno desperta a curiosidade. Abre-se um olho. Segue-se o chamamento até à cozinha. Quando se dá por ela, já não há nada a fazer: estamos acordados.